Santander lucra R$ 9,95 bilhões. Recorde

277
Os bancos privados adotam medidas que retiram direitos, geram pressão aos bancários. Para completar, demitem em massa, embora lucrem bilhões. É o caso do espanhol Santander. A organização financeira obteve lucro líquido de R$ 9,95 bilhões no ano passado, crescimento de 35,6% ante 2016 quando o ganho chegou a R$ 7,339 bilhões.
Em contrapartida, os desligamentos aumentam e a direção do banco tenta impor aos funcionários uma política arbitrária, de assédio moral e retrocessos, com a implementação da nova legislação trabalhista.
Paralelamente, a empresa, que apoiou o golpe de 2016, aumenta a ofensiva para que o governo Temer desmonte os bancos públicos, essenciais para o desenvolvimento do Brasil.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome