Sem avanços em audiência, Ação contra aumento abusivo e retorno dos genitores ao plano natural segue tramitação

237


Foi realizada na manhã de hoje (dia 1º), no Fórum Clóvis Beviláqua, em Fortaleza, mais uma audiência referente à ação movida pela AFBNB em fevereiro de 2014, questionando os reajustes praticados naquele ano e cobrando do Banco/Camed o retorno dos genitores ao plano natural.


Estiveram presentes representantes do BNB, da Caixa Médica e da assessoria jurídica da Associação. Mais uma vez não houve avanços, tendo em vista que o Banco/Camed não apresentou nenhuma proposta e da parte da AFBNB não há acordo possível que não seja exatamente o que foi peticionado na ação: a revisão do reajuste e o retorno dos genitores ao plano natural.


A AFBNB considera que essa seria uma oportunidade para que a gestão do Banco, enquanto patrocinador da Caixa, reparasse esse equívoco grave que foi cometido há três anos e que tem causado inúmeros transtornos tanto para a sustentabilidade da Camed como para as famílias dos beneficiários, atingindo-os em uma questão delicada e que sempre requer urgência, que é a saúde, uma vez que muitos relatos dão conta da evasão no plano devido à questão financeira.


A ação principal na qual a Associação questiona as medidas do Banco/CAMED (reajuste e migração dos genitores) foi dada entrada com o nº 0842095-79.2014.8.06.0001 na 25ª Cível. A Associação lamenta a lentidão do sistema judiciário, ressaltando que desde 2014 a ação tramita sem que sequer tenha ido a julgamento ainda, o que deverá ser o próximo passo do processo.


Relembre o caso


Aumento abusivo na Camed: AFBNB interpõe agravo na justiça em defesa dos trabalhadores do BNB


Em cumprimento à ação movida pela AFBNB, Camed é obrigada a retornar genitores ao Plano Natural 


Migração dos genitores do plano família: CAMED estará descumprindo decisão?

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome