#TBT 2019 – AFBNB contra a reforma da previdência

86

 

Quinta é dia de #TBT e hoje o assunto é a reforma da previdência.

A AFBNB manifestou-se contra a reforma da Previdência desde os rumores do teor da proposta de emenda à Constituição (PEC 06/2019), posteriormente aprovada, causando inúmeros prejuízos a essa e às futuras gerações da classe trabalhadora.

Na época, em 2019, a Associação participou de mobilizações, debates, sempre buscando envolver os trabalhadores do BNB na luta contra a reforma da previdência.

Trechinho de matéria divulgada na época: “Ao contrário de medidas que objetivam desinvestimento econômico e social no Brasil, o mais adequado é que estivessem em discussão projetos que objetivassem promover a justiça social, por exemplo, uma reforma tributária séria e robusta, que taxasse grandes fortunas, tratasse com equidade a diferença entre os brasileiros e tivesse como meta não o pagamento de juros da dívida, mas sim a redução da desigualdade brutal – de renda, de oportunidades etc – na qual vivemos. Mas lamentavelmente não é o caso da PEC. O modelo proposto para a Previdência está todo ele comprometido! Logo, não é prudente, muito menos coerente, envidar esforçar em apenas um ou outro artigo da PEC 06/2019. Retirar ou alterar do texto geral uma ou outra maldade, é o mesmo que colocar remendo novo em roupa estragada, ou, é o mesmo que concordar com o restante!”.

A reforma foi implementada e teve reflexos também nos contratos de trabalho, especificamente com a demissão compulsória do trabalhador que completasse 75 anos de idade, o que afetou colegas do BNB e levou a AFBNB a ingressar com a Ação Civil Pública nº 0010046-71.2021.5.03.0109, reivindicando a reintegração com pagamento de todos os salários e vantagens decorrentes da relação de emprego (ticket alimentação, plr e FGTS). É oportuno lembrar que a petição da AFBNB tinha por objetivo extinguir a medida, de forma que abrangesse todos os funcionários que chegassem nessa condição (75 anos), entretanto, a justiça sentenciou apenas para quem já tinha a idade até antes da mudança na lei. Tendo sido negados todos os recursos interpostos pelo Banco, em março deste ano o processo seguiu para trâmite em julgado, com êxito para a Associação (relembre aqui: https://www.afbnb.com.br/afbnb-obtem-mais-uma-vitoria-na-justica/)

Mais sobre a reforma da previdência – https://www.afbnb.com.br/a-reforma-previdenciaria-e-prejudicial-a-sociedade-na-sua-integralidade-afbnb-convida-a-base-a-participar-da-luta-pela-nao-aprovacao/?fbclid=IwAR0io-SGrEA-8GXxsX5l3aJgN0MhBWz1eg9dUF-_w4dMXl-GWpgT8CsQXQc

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome