Terça tem negociação sobre a MP 905

146

card mp 905 f0fba

O Comando Nacional dos Bancários volta a se reunir com a Federação dos Bancos (Fenaban) na próxima terça-feira, 26 de novembro, em São Paulo, para debater os efeitos da Medida Provisória 905/2019, que aumenta a jornada de trabalho da categoria, permite a abertura das agências nos finais de semana e muda as regras da participação nos lucros e resultados (PLR).

No encontro, o Comando vai cobrar dos bancos a construção de um aditivo à CCT, válido até dezembro de 2020, que garanta todos os direitos da categoria e neutralize a MP em todos os pontos que atingem os bancários.

Na reunião do dia 14 de novembro, o Comando conquistou a suspensão dos efeitos da MP, editada pelo governo Bolsonaro no dia 11, até a reunião desta terça. A representação dos bancários deixou claro ainda, que não vai aceitar o trabalho aos sábados; nem a extensão da jornada para 44 horas semanais. Tampouco serão aceitas as alterações estipuladas pela MP que permitem a negociação da PLR sem a participação das entidades sindicais e que desrespeitem os pisos salariais da categoria, definidos na CCT.

A unidade da categoria será fundamental para evitar a perda de direitos, por isso os sindicatos realizaram manifestações em todo o país nesta quinta-feira (21) e vão manter os bancários mobilizados contra a MP.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome