“Não dá pra falar de desenvolvimento sem falar de vidas”, diz Neide Carvalho

126
Coordenadora da União Nacional por Moradia Popular explicou tratativas entre instituições e bancos públicos para a redução do déficit de moradias no Piauí
IMG_2316.JPG

“Não dá pra falar de desenvolvimento sem falar de vidas”

A coordenadora da União Nacional por Moradia Popular, Neide Carvalho, foi uma das palestrantes do painel “O papel dos bancos públicos como instrumento de formação social”, explanado no Seminário Diálogos Capitais, nesta quarta, 29, em Teresina.

Ao relatar a experiência exitosa da política de desenvolvimento habitacional no Piauí, Neide explicou aos presentes como foram feitas todas as tratativas entre as instituições sociais e os bancos públicos para a redução do déficit de moradias no Estado.

“Podemos citar outros bancos, como o Banco do Brasil e Banco do Nordeste e outros bancos populares, mas, sem dúvidas, a Caixa Econômica foi a nossa principal parceria na construção de dezenas de conjuntos habitacionais na capital e em cidades do interior piauiense. Uma experiência exitosa, desenvolvida por meio do Programa Minha Casa, Minha Vida”, analisa.

Neide explicou, ainda, que as famílias beneficiadas pelo programa ganhavam entre zero e um salário mínimo e meio e ressaltou a o valor prático da política realizada em prol da redução das desigualdades.

“Não dá pra falar de desenvolvimento sem falar de vidas, por isso esse investimento dos governos Federal e Estadual no Piauí proporcionou uma maior infraestrutura social, fazendo com que as pessoas conquistassem o sonho da casa própria. O programa não conseguiu sanar todo o déficit, mas, sem dúvidas, vem auxiliando milhares de famílias no Estado”, conclui.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome