AFBNB cumpre agenda na Direção Geral do BNB

89

Na tarde da última terça-feira (7) a AFBNB cumpriu agenda na sede da Direção Geral do Banco do Nordeste, no Passaré, em Fortaleza (CE). Os Diretores participaram do curso de integração de novos funcionários da TI do Banco, além de reunião com a gestão do Banco para dialogar acerca das demandas dos trabalhadores.

A Diretora-Presidente Rita Josina, os diretores Tercio Sobral, Dorisval de Lima e a Conselheira Fiscal Valéria Silva, dialogaram com a Diretora de Administração, Ana Teresa Barbosa; a Superintendente de Desenvolvimento Humano, Danielle Gonçalves e a Gerente do Ambiente de Gestão de pessoas, Bibiana Colares.

Os diretores da AFBNB reiteraram as diversas pautas anteriormente discutidas e reforçaram os posicionamentos da entidade quanto aos mesmos. Um deles foi a preocupação com a saúde mental dos trabalhadores do Banco, constantemente submetidos às pressões e ao assédio moral.  Para a entidade, a situação tem levado os trabalhadores ao adoecimento mental, fato que tem ocasionado preocupações e requerem uma tomada de posição urgente por parte do BNB.

Sobre a Camed foi colocada a necessidade de Manutenção do Banco como mantenedor da Caixa Médica. Assunto deveras caro para a AFBNB que integra a ação como assistente litisconsorcial. A entidade cobrou acerca dos termos do acordo citado pelo Banco na reunião, apontado pela gestão como uma iniciativa do próprio BNB para o desfecho. Foi solicitada ainda a reversão de medidas como o retorno dos genitores ao Plano Natural da Caixa e o asseguramento do direito de novos funcionários ao Plano de Saúde da Camed, hoje não previsto em edital dos concursos. O Plano de Cargos e Remuneração (PCR) foi discutido, sendo reforçada a cobrança pela correção das atuais distorções presentes no Banco.

A AFBNB voltou a ressaltar a cobrança acerca do banco de horas negativo para os funcionários do BNB, pauta decorrente do período relativo à Pandemia de Covid-19, apesar dos diversos pedidos para a sua reversão. Lembrando que o assunto já foi tema de ofício à diretoria do Banco em dezembro de 2023, inclusive foi objeto de ação na justiça por iniciativa da Associação e do Sindicato dos Bancários do Maranhão – com decisão liminar favorável ao Sindicato, haja vista o Banco ter anunciado que iria descontar na folha de dezembro, o que não tem amparo legal.

Além disso, a Associação cobrou o acompanhamento das condições de precariedade nas estruturas e falta de equipamentos nas unidades. Também a adoção de medidas no sentido de garantir um adequado ambiente de trabalho, a exemplo da unidade de Paulo Afonso-BA, que mesmo com contrato de reforma em vigor segue necessitando de ajustes.

A Diretora-Presidente, Rita Josina, destacou a relevância de mais um encontro com o BNB: “Novamente tivemos a oportunidade de trazer à Diretoria do Banco as bandeiras que já vínhamos conversando. Trata-se de uma luta cotidiana, buscamos expor aqui a dura realidade em que vivem os trabalhadores do BNB nas agências. Reconhecemos o atual trabalho da diretoria e reafirmamos a urgência das questões trazidas hoje para que estejam sempre na ordem do dia do BNB e sejam tratadas com a atenção que merecem”, finalizou.

Integração com novos funcionários


Ainda na tarde da terça-feira (6) no Passaré a AFBNB esteve em reunião de Integração com os novos funcionários da área de Tecnologia da Informação, momento oportuno para apresentar a história de luta da entidade e reforçar a necessidade de se somarem à mobilização em prol dos trabalhadores.

Participaram do momento, além da Diretora Presidente Rita Josina, os Diretores Dorisval de Lima, Tercio Sobral e os conselheiros Henrique Araújo e Valéria Silva. Além de elencar as bandeiras e o histórico de luta da Associação ao longo de seus 38 anos, foram distribuídos materiais institucionais, com o estabelecimento de um diálogo aberto com os trabalhadores.

   

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome