AFBNB encampa luta por ‘vacina para todos já’!

302

No último dia 14 de março completou um ano que a Organização Mundial de  Saúde (OMS) declarou estado de pandemia em decorrência do novo coronavirus em que  o mundo todo sofre os efeitos devastadores da situação.

Alguns países têm danos mais do que outros, seja por práticas negacionistas, pela falta de organização, pela inexistência de  coordenação nacional e de outras formas que  caracterize negligência no enfrentamento.    No Brasil, infelizmente a conjugação desse descaso é flagrante, salvas iniciativas localizadas por governos (estaduais e municipais), mas que não têm sido suficiente per si para fazer frente ou mitigar a crise a contento.

O fato é que o processo de contaminação só recrudesce e ceifa vidas a cada momento.

A alternativa mais próxima para atenuar o problema é a intensificação dos cuidados pessoais – uso de máscaras de proteção, higienização das mãos e dos  ambientes, além do  distanciamento social.  Em conformidade com o que é preconizado pela ciência, e comprovado pelos resultados eficazes há mais de um século, a AFBNB reitera a necessidade urgente da política de vacinação em massa no Brasil como a única medida para a superação definitiva do problema. Assim, a Associação  endossa as diversas iniciativas e frentes de luta que vêm sendo encampadas  na  perspectiva da vacina  para toda população, já!

Tendo em vista que vários segmentos da economia foram definidos pelas autoridades como sendo serviços essenciais, posto está  que os trabalhadores foram colocados na “linha de frente” de maior exposição,  vulnerabilidade e riscos. Diante da realidade em que os trabalhadores bancários estão inseridos neste contexto de maior exposição,  inclusive com forte crescimento de casos de Covid1-9 e, lamentavelmente, de óbitos, a  AFBNB ratifica a reivindicação para a urgente inclusão dos  trabalhadores de serviços essenciais, em particular  os bancários,  como prioridade no programa nacional de imunização(PNI).

O pleito se justifica, para além do aspecto corporativista em relação  à categoria, na perspectiva do achatamento das cadeias de contaminação e da  preservação das vidas de todos, incluindo os usuários dos referidos serviços, as respectivas famílias e demais meios, haja vista a rede mútua de relacionamento e de convivência envolvida.

Abaixo-assinados

Sindicatos de diversas bases estão realizando abaixo-assinados virtuais pela inclusão da categoria bancária no grupo prioritário para a imunização, a exemplo do Sindicato dos Bancários e Financiários de São Paulo, Osasco e Região e Sindicato dos Bancários de BH e Região. Para assinar, basta clicar nos links a seguir: Sindicato dos Bancários e Financiários de São Paulo, Osasco e Região e Sindicato dos Bancários de BH e Região

#Vacinaparatodosjá.   #todosportodos.   #avidaacimdoslucros.  #avidaacimadovoto. #avidaacimadetudo.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome