AFBNB participa do 2º Encontro On-line com Participantes da CAPEF

99

A Caixa de Previdência dos Funcionários do BNB(Capef) promoveu um encontro com participantes na manhã desta quinta-feira (10). O evento constitui um momento importante de discussão e uma maior interação entre os Associados/assistidos e a gestão da Caixa.

Esta é a segunda vez que acontece na “modalidade virtual, haja vista a presente situação de Pandemia. O primeiro foi no último dia 12 de Julho. Em ambas as oportunidades a AFBNB se fez presente, como também sempre ocorreu nos momentos presenciais do fórum. No encontro de hoje a AFBNB foi representada pelo Diretor de Comunicação e Cultura, Dorisval de Lima, que em suas abordagens, tanto na saudações iniciais na abertura, quanto durante os debates no decorrer do encontro, se manifestou de maneira enfática quanto às as grandes preocupações que envolvem os funcionários do BNB em relação à Caixa de Previdência, com referência a questões históricas e contemporânass que dizem respeito a estes.

Assim destacou a preocupação da AFBNB não apenas com as questões internas, mas também com a conjuntura externa que pode alterar os rumos dos planos de previdência complementar, citando o desmonte das instituições públicas e os ataques aos servidores públicos, intensificados no Governo atual.

Quanto à possibilidade de a Capef administrar outras carteiras de previdência – citada pela direção da Caixa – Dorisval demonstrou preocupação, usando como exemplo o caso da Camed quando esta criou o plano de mercado, tendo sido obrigada a vendê-lo posteriormente. “A CAPEF é uma Instituição criada para atuar no âmbito da autogestão, para administrar Planos de Previdência do pessoal do BNB, tendo o próprio Banco como Patrocinador. Dessa forma não é adequado que a nossa Caixa passe a atuar como administradora de mercado/planos privados. A AFBNB preconiza isso, inclusive com base no histórico recente da Camed, cuja experiência de mercado não foi nada promissora, tendo êxito na sua tese, diante do prejuízo causado”.

Sobre o assunto, a direção da CAPEF afirmou que não haveria riscos, uma vez que haveria a separação total de bens, patrimônio etc, e que objeto do serviço prestado difere completamente do oferecido por um plano de saúde.

A AFBNB acompanhará o assunto e seguirá vigilante quanto à preservação das caixas de previdência e saúde dos trabalhadores do BNB.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome