AFBNB questiona junto ao Banco trava de promoções dos Agentes de Desenvolvimento

167

A Associação dos Funcionários do Banco do Nordeste foi procurada por Agentes de Desenvolvimento que estão se sentindo penalizados pelo Banco: segundo as informações repassadas a eles, mesmo já tendo cumprido os requisitos para promoção, os agentes não seriam promovidos supostamente devido à ação movida pela AFBNB, a qual requer o pagamento das 7 e 8 horas trabalhadas (relembre aqui).

Para a AFBNB, isso não procede por vários motivos, entre eles pelo fato de a ação questionar na justiça objeto diferente. Além disso, vincular a promoção à tramitação do processo pode transparecer o cerceamento de um direito. Buscando esclarecer o assunto, a AFBNB buscou interlocução com o Banco e aguarda os devidos encaminhamentos quanto à retirada da trava.

Sobre a ação

A AFBNB ingressou este ano com o Processo nº 0000148-59.2023.5.22.0004, que requer o direito dos Agentes de Desenvolvimento à jornada legal de 06 (seis) horas e o consequente pagamento, como extraordinárias, das sétimas e oitavas horas laboradas, parcelas vencidas e vincendas. A audiência inicial já foi realizada e nova audiência – de instrução e julgamento – está agendada para o dia 24/05/2023.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome