Agenda institucional – em Brasília, AFBNB se soma à luta dos trabalhadores e se reúne com parlamentares

202

A Diretora-Presidente da AFBNB, Rita Josina Feitosa, e o diretor de comunicação Dorisval de Lima estiveram nesta terça-feira (16) em Brasília em uma agenda institucional na Câmara dos Deputados e no Senado. Pela manhã, os dirigentes participaram do relançamento da Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Bancos Públicos, no Salão Nobre da Câmara dos Deputados.

A retomada do trabalho da Frente foi uma iniciativa da deputada federal Erika Kokay (PT/DF) – presente ao evento junto com outros parlamentares – com o objetivo de discutir com a sociedade e o Parlamento a importância dos bancos públicos para o desenvolvimento social e econômico do País, além de contribuir para a elaboração de estratégias que os resguardem de projetos no Congresso que afetem negativamente a sustentabilidade dessas instituições e de seus trabalhadores.

Na ocasião, a Fenae e a Contraf/CUT lançaram a Agenda Legislativa (https://www.fenae.org.br/portal/data/files/63/81/5E/40/8B52881078C84088403A91A8/AgendaParlamentar-Fenae-Contraf-23-WEB.pdf), documento que reúne mais de 90 projetos em tramitação no Congresso que impactam a categoria bancária, a Caixa e os serviços oferecidos à população.

À tarde, os diretores da AFBNB se reuniram com a assessoria do líder do Governo no Senado, Senador Jaques Wagner (PT-BA), e com a Senadora Augusta Brito (PT-CE), respectivamente; conversaram sobre a conjuntura político-econômica e o BNB e apresentaram as principais pautas que têm sido trabalhadas pela Associação tanto visando o fortalecimento do BNB enquanto instituição de desenvolvimento quanto a valorização dos trabalhadores. Os diretores entregaram o documento “Diretrizes para uma Política de Desenvolvimento Nacional Sustentável” e reiteraram a disponibilidade da Associação em contribuir com os debates acerca dos assuntos ali discutidos.

Para Rita Josina Feitosa, a agenda foi positiva: “A AFBNB já participava dos debates da Frente Parlamentar em Defesa dos Bancos Públicos desde sua criação, por entender que os desafios enfrentados são os mesmos, a começar pelo risco de privatização, que vai e volta. Essa retomada é importantíssima para nos organizarmos e nos fortalecermos cada vez mais. A AFBNB segue fazendo as interlocuções que considera relevantes, dialogando com entidades afins e com o parlamento, Câmara e Senado, tendo como bússola sua missão e a certeza de que quando a luta é coletiva, as vitórias são compartilhadas”.

AFBNB Firme na Luta!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome