Aportes do BNB em micro e pequenas empresas geraram ou mantiveram 174,4 mil empregos em 2019

19
Ao todo, foram R$ 3,6 bilhões em recursos aplicados no Nordeste e norte de Minas Gerais e do Espírito Santo
Fotografia
Legenda: O economista-chefe do Banco do Nordeste, Luiz Alberto Esteves, ressalta que os recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) e a atuação do Banco do Nordeste têm sido fundamentais para geração e manutenção dos empregos locais
Foto: Kid Júnior

O Comércio foi o setor mais beneficiado pelas contratações, recebendo 49% dos recursos, ou R$ 1,7 bilhão, seguido pelos Serviços (34% ou R$ 1,2 bilhão), Indústria (12% ou R$ 413,5 milhões), Infraestrutura (2% ou R$ 70,4 milhões), Agricultura (1% ou R$ 41,9 milhões), Agroindústria (1% ou R$ 33,7 milhões), e Pecuária (1% ou R$ 32,9 milhões).

O economista-chefe do Banco do Nordeste, Luiz Alberto Esteves, ressalta que os recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) e a atuação do Banco do Nordeste têm sido fundamentais para geração e manutenção dos empregos locais.

“As MPEs costumam sofrer sérias restrições de acesso ao crédito até mesmo nas economias mais desenvolvidas do mundo, enquanto na grande maioria das economias menos desenvolvidas sequer existem linhas e produtos de crédito para o segmento”, afirma. Ele acrescenta que o trabalho do BNB voltado para as MPEs muda a realidade da região de atuação do banco.

Outros impactos

Os aportes ainda geraram incremento de R$ 7,5 bilhões no Valor Bruto da Produção e de R$ 4,5 bilhões no Valor Agregado/Renda, segundo estimativa do Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste (Etene). O acompanhamento ainda indica acréscimo de R$ 506,6 milhões na arrecadação com as contratações e de R$ 1,4 bilhão na massa salarial.

Em todo o Brasil, as destinações às MPEs geraram ou mantiveram 230,7 mil empregos, segundo o BNB, com investimento médio de R$ 15,6 mil para geração de um emprego. O Valor Bruto da Produção cresceu em R$ 14,3 bilhões; o Valor Agregado/Renda, em R$ 7,7 bilhões; a arrecadação tributária, em R$ 1,2 bilhão; e a massa salarial, em R$ 2,5 bilhões.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome