Bradesco tem lucro líquido de R$ 19,2 bilhões

147

É chegada a vez do Bradesco anunciar lucro recorde em meio ao caos político e econômico brasileiro. O balanço parcial do segundo maior banco privado do país alcançou R$ 19,24 bilhões entre janeiro e setembro.

No terceiro trimestre, o resultado foi surpreendente, R$ 6,542 bilhões, aumento de 19,6% em relação ao mesmo período do ano passado. O Bradesco Seguros cresceu 7,5% ante 2018, impulsionado pelos planos de previdência.

A carteira de crédito registrou alta de 3,2% no trimestre ante o período anterior e chegou a R$ 578,317 bilhões no fim de setembro. O bom desempenho se deve, especialmente, pelos empréstimos ao consumidor e pequenas empresas.

Os ativos totais do Bradesco eram de R$ 1,404 trilhão no terceiro trimestre deste ano. Aumento de 3,5% se comprado ao período igual de 2018. A bonança não impediu que o banco fechasse 119 agências e 13 postos de atendimento (PA) no período. A sobrecarga de trabalho, pressão para bater metas e o assédio moral também são frequentes.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome