Campanha salarial dos bancários: a decisão é da base

1308

As negociações da campanha salarial dos bancários tiveram prosseguimento na última semana, quando o comando nacional que negocia pelos trabalhadores esteve reunido com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) para discutir o Acordo Coletivo geral da categoria. O mesmo ocorreu entre as comissões de negociação do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal e as respectivas instituições.  No BNB a reunião ocorreu ontem (27).

Os encontros resultaram na proposta, já acatada pelos comandos de negociação, tendo como cláusula econômica o reajuste de 5% (1,18% acima da inflação calculada pelo INPC) em 2018 e 1% acima do INPC em 2019, permanecendo a prática de acordo bianual (2018/2020), válido pra o conjunto da categoria – bancos privados e públicos que integram a mesa única de negociação. Confira abaixo todos os pontos da proposta. Amanhã (29) a partir das 8h30 está agendada reunião entre a CONTEC e o Banco do Nordeste (BNB). Também amanhã será a vez do trabalhador comparecer às assembleias convocadas pelos sindicatos. Veja horários ao fim do texto.

Apesar da orientação do Comando Nacional de negociação, que representa parte substancial dos sindicatos, a proposta não é consenso entre dirigentes sindicais e base. O Sindicato dos Bancários do Maranhão, por exemplo, publicou em nota entendimento contrário, pela rejeição da proposta, visão compartilhada pelos sindicatos do Rio Grande do Norte e de Bauru (SP).

É lamentável, e não justificável, que os patrões usem a crise como subterfúgio na hora de negociar com o trabalhador, principalmente os bancos. Isto porque se há um setor que nunca passa por crise sem dúvida é o financeiro. Ao contrário! O lucro dos cinco maiores bancos do país teve crescimento de 15% de abril a junho deste ano em relação ao mesmo período do ano passado, totalizando R$ 21,27 bilhões.  Em contrapartida, nos primeiros quatro meses de 2018 foram demitidos mais de 2.300 trabalhadores. Embora a riqueza dos banqueiros   advenha em boa parte da extorsão praticada sobre os clientes, por  meio de tarifas e juros astronômicos dentre outros mecanismos, quem carrega o piano no dia a dia, faz funcionar os bancos e proporciona os resultados são os trabalhadores bancários.

Um reajuste de 5% (1,18% apenas acima da inflação) é uma afronta ao trabalhador, considerando a realidade de lucros já referenciados, das perdas salariais acumuladas, bem como do parâmetro estabelecido pelo superior tribunal federal (STF), com a provocação de reajuste de 16,35% para “os seus”, previstos em orçamento para o ano de 2019, segundo informações oficiais.

Especificamente em relação ao BNB, que tem um rol de pendências, é urgente que o Banco apresente algo de concreto para  tais questões já apontadas tantas e tantas vezes pela AFBNB – previdência, saúde, isonomia, carência de pessoal, reintegração dos demitidos, condições de trabalho (principalmente nas agências), infraestrutura, tecnologia, por exemplo. Essa realidade deve ser pautada também nas campanhas salariais, na perspectiva da solução, sobretudo, por ocasião dos acordos coletivos.

O fato é que, por se tratar da vida do trabalhador, a decisão cabe a cada um deles/delas. Para além de qualquer indicação A ou B, as assembleias devem ser espaços democráticos de debate, esclarecimento e deliberação consciente. Nesta perspectiva reforça o chamado para o comparecimento nas assembleias que estão sendo convocadas pelos sindicatos nas diversas bases.  Converse com os colegas, estude a proposta e só decida com tranquilidade e consciência. Só a luta muda a vida.

Gestão Unidade e Luta

A AFBNB firme, com Resistência e Autonomia.

 

Confira horários e locais das assembleias

Seeb BA – Dia 29 (quarta-feira), às 18h, no Ginásio de Esporte, ladeira dos Aflitos
Seeb Feira – Dia 29 (quarta-feira), a partir das 18h, na sede do Sindicato
Seeb CE – Dia 29 (quarta-feira), às 19 horas na sede do Sindicato
Seeb MA – Dia 29 (quarta-feira), às 18h30, nas sedes do SEEB-MA, em São Luís e Imperatriz
Seeb PI –  Dia 29 (quarta-feira), às 18h, na sede do Sindicato
Seeb RN – Dia 29 (quarta-feira), às 19h, na sede do Sindicato
Seeb SE – Dia 29 (quarta-feira), às 18h, na sede do Sindicato
Seeb AL – Dia 29 (quarta-feira), às 18h, na sede do Sindicato
Seeb PE – Dia 29 (quarta-feira), a partir das 18h30, na sede do Sindicato
Seeb PB – Dia 29 (quarta-feira), às 18:30h, na sede do Sindicato
Seeb MOC – Dia 30 (quinta-feira), às 18:30h a sede do Sindicato.

 

Proposta Específica do BNB (acatada pela Contraf-CUT/ comando de negociação)

  1. Reajuste dos Salários e Benefícios – Segue a Convenção Coletiva da Fenaban (CCT) – Reajuste de 5%, representando ganho real de 1,18%, para 2018. Para 2019, reposição da inflação (INPC) e 1% de ganho real;
  2. Cesta Alimentação e Auxílio Refeição – Segue a Convenção Coletiva da Fenaban (CCT) – Reajuste de 5%, representando ganho real de 1,18%, para 2018. Para 2019, reposição da inflação (INPC) e 1% de ganho real;
  3. Piso Salarial – Elevação do piso salarial seguindo o reajuste da Convenção Coletiva da Fenaban (CCT);
  4. Licença Acompanhamento – Filho menor de 14 anos – Flexibilidade na utilização deste benefício, com a substituição do atual modelo de concessão em dias, para concessão em horas, sendo 12 (doze) ou 16 (dezesseis) horas por ano, conforme a jornada do empregado 6 (seis) ou 8 (oito) horas, respectivamente, para levar filho ou dependente menor de 14 (quatorze) anos ao médico;
  5. Seguro de Vida em Grupo – Assegurado por meio da Convenção Coletiva da Fenaban (CCT) e norma interna do Banco do Nordeste;
  6. Protocolo para Prevenção de Conflitos no Ambiente de Trabalho – Adesão ao disposto na Convenção Coletiva na Fenaban (CCT);
  7. Adiantamento Emergencial – Seguirá o disposto na Convenção Coletiva da Fenaban (CCT), com aumento de 80% (oitenta por cento) para 100% (cem por cento) do valor a ser adiantado;
  8. Auxílio Funeral – Seguirá o disposto na Convenção Coletiva da Fenaban (CCT), o que permitirá, adicionalmente, o pagamento do Auxílio Funeral cumulativamente ao Pecúlio concedido pela CAPEF, para os empregados associados àquela Caixa de Previdência;
  9. Elevação do Valor das Diárias – Após amplo debate no bojo da Mesa Permanente de Negociação, foi autorizado reajuste de 22,79% (vinte e dois vírgula setenta e nove por cento) no valor das diárias de serviço e de treinamento. Vigência: a partir de maio/2018;
  10. Retorno Atendimento Bancário – CAPGV, denominado “Espaço Digital CAPGV” – Após pedido das entidades sindicais e do funcionalismo, foi instalado posto de atendimento no CAPGV, onde os colaboradores recebem atendimento bancário, por meio da equipe de gerentes de negócios, de forma múltipla e personalizada, com conforto e privacidade;
  11. Realização de 02 (dois) Concursos Públicos em 2018 – Realização de Concurso Público de Nível Médio, para provimento de vagas nas unidades do Banco do Nordeste. Realização de Concurso Público de Nível Superior, para Tecnologia da Informação, objetivando provimento de vagas na Direção Geral do Banco do Nordeste, em Fortaleza/CE;
  12. Férias – Será facultado ao empregado o fracionamento das férias em até 03 (três) períodos, sendo que 01 (um) deles não poderá ser inferior a 14 (quatorze) dias corridos e os demais não poderão ser inferiores a 05 (cinco) dias corridos, cada um. Aos empregados com idade superior a 50 (cinquenta) anos, serão permitidos o parcelamento e a antecipação de férias. Obs.: adequação dos sistemas internos em até 60 (sessenta) dias;
  13. PLR 2018 – Limitada a 25% (vinte e cinco por cento) do valor destinado à distribuição dos dividendos do exercício.
  14. a) Módulo Fenaban – Distribuir até 9% (nove por cento) do lucro líquido, sem limitador da parcela individual, calculado proporcionalmente ao valor total a ser distribuído, pelo atendimento das metas propostas.
  • Regra básica: até 90% do salário bruto + parcela fixa.
  • Parcela adicional de 2,2% do lucro líquido distribuídos linearmente.
  1. b) Módulo Metas Sociais – Distribuir até 3% do lucro líquido linearmente, pelo atendimento das metas propostas. Obs.: Calculado proporcionalmente ao valor provisionado.
  2. ADIANTAMENTO DA PLR 2018 – Assinado o Acordo Aditivo da PLR 2018, será realizado adiantamento de PLR – exercício 2018, correspondente ao valor provisionado no Balanço de 30.06.2018, limitado a 50% (cinquenta por cento) do valor devido da PLR 2018. Obs.: Calculado proporcionalmente ao valor provisionado;
  3. Prorrogação de Expediente – Empregados com idade superior a 60 ou 65 anos – Será permitida a prorrogação do expediente aos empregados maiores de 65 (sessenta e cinco) anos e empregadas maiores de 60 (sessenta) anos;
  4. Ampliação do Prazo para Pagamento Retroativo da CAMED – Após pedido das entidades sindicais, o Banco do Nordeste autorizará a ampliação do prazo para pagamento da contribuição retroativa, de forma facultativa, de 6 (seis) para até 10 (dez) meses;
  5. CRONOGRAMA DE PAGAMENTOS:
  • Folha salarial de setembro/18: Crédito em 19/09/2018;
  • Antecipação da PLR 2018: Crédito na mesma data disposta no Acordo Coletivo da Fenaban (CCT);
  • 13ª cesta alimentação: Crédito na mesma data disposta no Acordo Coletivo da Fenaban (CCT).

As assembleias para votação da proposta estão agendadas pelos sindicatos dos bancários dos Estados para a próxima quarta-feira, 29, às 19h00, em primeira convocação, e 19h30, em segunda convocação.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome