Negociação no BNB começou por emprego e condições de trabalho

34
2020 campanha condicoes de trabalho 2 02aaa

Emprego e condições de trabalho foram os temas da primeira rodada de negociação específica entre a Comissão Nacional dos Funcionários (CNFBNB) e a direção do Banco do Nordeste do Brasil (BNB), realizada nesta segunda-feira (10/8), por videoconferência.

No encontro, foram apresentadas ao banco as 36 cláusulas da pauta específica de reivindicações dos funcionários, que abrangem a defesa do emprego e de melhores condições de trabalho. O diretor Administrativo do BNB, Haroldo Maia, recebeu as propostas para análise e posicionamento nas reuniões seguintes.

“A primeira cláusula apresentada à direção do Banco trata de uma questão preliminar importantíssima: a garantia de manutenção do acordo atual até o fechamento do novo acordo, caso isso não ocorra antes do dia 1º de setembro. A relevância desse artigo se dá por conta do fim da ultratividade com o advento da nova lei trabalhista em vigor desde novembro de 2019. Ressaltamos também nesta primeira negociação o interesse dos trabalhadores pela manutenção da mesa única de negociação”, afirmou Tomaz de Aquino, coordenador da CNFBNB.

Seguindo calendário de negociação, ocorrerão mais três reuniões, nos dias 14, 19 e 26 de agosto, para que sejam debatidas todas as 62 cláusulas da pauta do funcionalismo do BNB, que envolvem também reivindicações relativas à saúde e previdência e itens de natureza econômica e social.

O diretor da Federação dos Bancários da Bahia e Sergipe Waldenir Brito e o diretor do Sindicato de Sergipe João Welington participaram da reunião, que contou também com representantes dos sindicatos de Alagoas, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Piauí e da Federação do Centro-Norte.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome