Opinião – Tentativa de GOLPE na eleição Caref-BNB: a “Pedalada Política” que saiu pela culatra

522

Por Dorisval de Lima

O lamentável histórico recente em que as elites dominantes, escravocratas, reacionárias, preconceituosas e hipócritas deram um GOLPE no Brasil, a serviço e por ordem do Capital, parece ter feito escola… Para justificar o injustificável ato, os moralistas sem moral forjaram um mote, utilizando-se da narrativa falaciosa de que medidas adotadas pelo governo golpeado – as chamadas  “Pedaladas Fiscais” – conforme foi caracterizado pelo projeto direcionado de 45 mil pratas, constituiu “crime de responsabilidade”. Aí o planeta todo sabe no que deu: um duro GOLPE pelo qual o país paga muito caro até hoje.

A ênfase acima  – que “parece ter feito escola” – é referenciada aqui em relação ao processo eleitoral em curso no âmbito do Banco do Nordeste do Brasil (BNB) para definição de um representante dos funcionários no conselho de administração da Instituição (Consad-BNB). Numa injustificada atitude, sem qualquer embasamento, por isso mesmo digna do mais veemente repúdio, um grupo de candidatos, em inegável orquestração, sob a alegação de que não é adequado o apoio de Entidades de representação de trabalhadores, encaminhou o pedido de impugnação do candidato RHEBERNY Oliveira, atual representante, o qual tem recebido a espontânea, legítima e democrática manifestação de apoio de direções de Entidades sindicais, da Associação de Funcionários e de seus respectivos dirigentes pessoalmente.

A atitude de desqualificar a relevância do papel das entidades de representação dos trabalhadores em processos dessa natureza, bem como a própria autonomia destas, no presente pleito, enfatize-se, surge inédita, pois consta histórico dessa ordem em processos anteriores sem qualquer questionamento, inclusive pelo fato de a legislação, que embasa o regulamento, ser a mesma, não havendo qualquer alusão neste sentido. O reprovável ato soa reacionário, típico de golpistas que não veem outro caminho quando se  enxergam “a palo seco”, sem  identidade com o ambiente democrático. O fato se torna mais grave ainda quando se sabe que a conquista do direito à referida eleição decorreu exatamente da luta das Entidades ora hostilizadas, em sintonia com os anseios dos seus representados. Consta registro de que tão logo tomou conhecimento do lamentável episódio, várias manifestações de repúdio e indignação têm sido postas por  funcionários do BNB, das diversas localidades, com o registros de solidariedade e empenho na campanha na perspectiva de que a Vitória do RHEBERNY seja consolidada.

Essa reação positiva da base indica sem dúvida que  o pedido de cassação possivelmente tenha causado efeito contrário ao absurdo objetivo dos demandantes, ou seja, que a tentativa de GOLPE não tenha passado de uma “Pedalada política” que saiu pela culatra.

Todo apoio ao companheiro RHEBERNY!  O autêntico Representante dos trabalhadores. Golpe NUNCA MAIS!

Dorisval de Lima é Diretor de Comunicação da AFBNB

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome