Por que é importante defender o funcionalismo público?

47

Participe dos atos já marcados nos dias 8,10 e 18 de março e lute contra o desmonte das empresas públicas e os ataques contra o funcionalismo público

 

Depois de acabar com a aposentadoria, o governo Bolsonaro quer acabar com o direito aos serviços públicos como a educação, a saúde, assistência social, moradia, saneamento e segurança. E ele já prepara meios para privatizar os serviços públicos e ajudar os empresários dos planos de saúde e fundos de pensão para que possam lucrar ainda mais.

Assista ao vídeo e descubra que uma das formas utilizadas pelo governo para ganhar apoio da população, diminuir a resistência e facilitar a privatização é espalhando fake news.

O vídeo informa ainda que tramitam no Congresso Nacional, pelo menos, três propostas de alteração na legislação dos direitos dos servidores que preveem o fim do reajuste anual; fim das progressões de carreira e redução de salários e da jornada, além do fim do direito à estabilidade.

E você sabe porque é importante ter estabilidade? Veja no vídeo e decubra!

Reaja!

Em calendário unificado de luta, as mulheres incluirão na pauta do dia 8 de março, a defesa das empresas públicas. Com o tema ‘Resistência tem Nome de Mulher’, as mulheres voltam às ruas no domingo 8 de março, Dia Internacional da Mulher com protestos em todo o país . Em São Paulo, a concentração será a partir das 14h, na Avenida Paulista 1853, em frente ao Parque Mário Covas (a duas quadras do Masp).

Os bancários do BB e da Caixa já preparam novos atos para o dia 10 de março, Dia de Defesa dos Bancos Públicos e dos Direitos, e dia 18, que em conjunto com outras categorias promoverão o Dia de Defesa do que é Público. Participe!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome