Saúde mental – Mais de 200 mil trabalhadores são afastados no país 

189

Postado dia: 10/11/2022 – 15:00

Os trabalhadores devem cuidar da saúde mental. Mais de 200 mil pessoas foram afastadas do trabalho por transtornos mentais em 2021, segundo o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). Os números são alarmantes.

Só em 2020, início da pandemia, 291.390 trabalhadores tiveram de se afastar das atividades. Em 2019, foram 241.992 afastamentos. Os transtornos mentais, de acordo com o INSS, englobam doenças, como o Alzheimer, depressão, ansiedade, transtorno bipolar, esquizofrenia.
Tem ainda a Síndrome de Burnout, desencadeada pelo estresse crônico relacionado ao trabalho, e que nos últimos anos disparou.
A categoria bancária é uma das mais atingidas pelo adoecimento mental, consequência da pressão para o cumprimento de metas e, consequentemente, de assédio moral. Nos últimos cinco anos, o índice de afastamentos nos bancos teve alta de 26,2%. Entre os trabalhadores de outras categorias, o percentual foi de 15,4%.
Uma análise feita pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), a partir dos dados do INSS, mostra que as doenças mentais e comportamentais saltaram de 23% para 36% entre 2012 e 2021. As doenças nervosas saíram de 9% para 16%.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome