Senado adia votação do PDL que susta a CGPAR 23

6

Os trabalhadores precisam intensificar ainda mais a mobilização pela aprovação do Projeto de Decreto Legislativo (PDL) 342/2021, que susta os efeitos resolução 23 da Comissão Interministerial de Governança Corporativa e de Administração de Participações Societárias da União (CGPAR). O projeto deveria ser votado no Senado nesta quinta-feira (25/8), mas foi retirado da pauta à pedido do líder do governo na Casa, senador Fernando Bezerra (MDB-PE).

Segundo Bezerra, um parecer do Ministério da Economia contrário ao projeto afirma que o PDL 342 pode causar impactos elevados nas contas das estatais. O pedido de retirada da pauta foi feito em acordo com o relator do projeto, senador Romário (PL-RJ). Romário salientou que a informação passada pelo líder do governo era uma novidade e que ele espera conseguir conversar com o Ministro da Economia para que, na próxima semana, o projeto possa voltar ao Plenário.

Esta é mais uma manobra do governo Bolsonaro para evitar a derrubada da CGPAR 23. O líder do governo já havia tentado uma manobra durante a semana, ao entrar com um pedido para que o projeto fosse analisado pela CAS (Comissão de Assuntos Sociais). No dia seguinte ele mesmo retirou o requerimento, que agora foi substituído pelo parecer do Ministério da Economia.

Isso só reforça a necessidade de manutenção do contato com os senadores e da mobilização pela aprovação do (PDL) 342/2021.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome