Sérgio Caetano Leite: “Articulação entre governadores e cientistas permitiu ações mais efetivas contra o coronavírus no Nordeste”

25

Durante entrevista ao Canal Previdência, programa da Anapar na TV 247, o subscretário de projetos do Consórcio Nordeste, Sérgio Caetano Leite, afirmou que a pandemia estressou as diferenças históricas entre Nordeste e Sudeste. Independentemente da queda de arrecadação em decorrência da redução da atividade econômica, há, o Nordeste concentra o maior número de pessoas socialmente desassistidas. Portanto, o maior impacto está nas pessoas menos assistidas, na base, no agricultor familiar, no pequeno comerciante, no trabalhador informal. “O diferencial da região para fazer o enfrentamento a esta situação tem sido o entendimento entre os governadores, o que facilita o trabalho. Foi esta articulação que permitiu – além do entendimento baseado na ciência – maior rigor no distanciamento social no início da pandemia, por exemplo. O que importa para nós são as pessoas. Não há economia sem as pessoas”, disse.

Sobre as estratégias para a recuperação da economia, Leite explicou que são dois movimentos em paralelo. Com plataforma de investimentos, criada em outubro do ano passado, o Consórcio Nordeste junta esforços com organismos multilaterais e investidores com compromisso social, além de recursos públicos para tirar projetos do papel, e, então, entra o mercado de capitais, seguindo a mesma lógica para os objetivos da Agenda 2030, de erradicação da pobreza no mundo.

O outro movimento é viabilizar recursos para promover o cooperativismo, para a agricultura familiar, para o pequeno comerciante. Ou seja, investir no povo, para garantir renda e consumo para a população.

Assista a entrevista na íntegra

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome