Síndrome de Burnout será doença do trabalho em janeiro

85

Distúrbio emocional é comum entre os bancários

Ascom/SEEB-MA

 

A Síndrome de Burnout será classificada como doença do trabalho, a partir de 1º de janeiro de 2022, pela Organização Mundial de Saúde (OMS), passando a ser descrita como “estresse crônico de trabalho que não foi administrado com sucesso”.

Esse distúrbio emocional é cada vez mais comum entre os bancários, sendo desencadeado, por exemplo, pela sobrecarga de trabalho, dentre outras causas. O estresse, a exaustão, dores de cabeça constantes, mudanças no apetite, são alguns dos sintomas.

Para a Diretora de Saúde do SEEB-MA, Lívia Morais, os bancos devem mudar essa política opressora e de exploração em nome do lucro, priorizando o respeito, a saúde mental e as práticas de boa convivência entre os seus funcionários.

Bancário(a): ao primeiro sinal de Burnout, procure um médico e o Sindicato. Diga não ao esgotamento profissional. Curta a vida. A sua saúde é o que importa.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome