Condel aprova R$ 23,7 bilhões do FNE para 2019

140

O Conselho Deliberativo da Sudene (Condel) aprovou ontem (11), em Brasília, o orçamento de R$ 23,7 bilhões de recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) para investimentos na área de atuação do Banco do Nordeste em 2019.

O colegiado, formado por agentes públicos dos Poderes Executivos Federal e Estadual (ministros e governadores), além de representantes dos principais setores produtivos dos nove Estados nordestinos, Norte de Minas Gerais e do Espírito Santo, também deliberou voto de louvor à Diretoria do BNB pela agilidade, aplicação e gestão dos recursos do FNE em 2018. Até 10 de dezembro, já somam R$ 26 bilhões, o maior valor já financiado por essa fonte em benefício das diversas cadeias produtivas locais. A meta do Banco é fechar em R$ 30 bilhões até o final deste mês.

O presidente do Banco do Nordeste, Romildo Rolim, participou da reunião e destacou o empenho da instituição para essa aplicação e contribuição direta para o desenvolvimento regional, missão maior do BNB. “Esse resultado recorde é fruto de intenso trabalho ao longo do ano. Estamos muito confiantes de que 2019 será ainda melhor, com mais geração de emprego e renda, para desde o pequeno empreendedor rural ou urbano, passando pelas micro e pequenas empresas, até as grandes corporações. Esse é o nosso compromisso”.

Dos R$ 23,7 bilhões do orçamento aprovado para 2019, a estimativa é de que R$ 8 bilhões sejam direcionados para empreendimentos em infraestrutura e R$ 15,4 bilhões para os demais setores (agricultura, pecuária, indústria, agroindústria, turismo e comércio/serviços), além de R$ 300 milhões para o Programa de Financiamento Estudantil (Fies).

A 24ª Reunião do Condel deliberou pela aprovação de R$ 650 milhões para o financiamento de projetos no próximo ano com o Fundo de Desenvolvimento do Nordeste (FDNE), também operacionalizado pelo Banco do Nordeste.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome