BNB 71 anos: Artigos da AFBNB na imprensa repercutem aniversário do Banco

103

A AFBNB, por ocasião do aniversário de 71 anos do Banco do Nordeste, comemorados nesta quarta-feira (19), publicou através de sua Diretora-Presidente Rita Josina, dois artigos nos jornais O Povo e O Estado (CE) sobre esse marco histórico para a instituição e sua importância para a redução das desigualdades e da pobreza na atual conjuntura.

Confira abaixo os dois artigos e seus respectivos links

Jornal O Povo 

BNB é vanguarda!

Por Rita Josina

O Banco do Nordeste do Brasil (BNB) completa 71 anos neste dia 19 de julho e já nasceu na vanguarda! Isso porque foi criado após um longo período de seca que, aliado à ausência de políticas de convivência com o semiárido deixou a Região Nordeste em uma situação de extrema dificuldade social e econômica, cenário nada propício à instalação de uma instituição financeira.

O BNB surgiu com a missão de desenvolver o então chamado Polígono das Secas, contribuindo com a redução do imenso fosso que separava a região do restante do país, sendo vanguarda também na produção de conhecimento qualificado sobre o Nordeste, através do Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste (Etene) de onde saíram gestores públicos reconhecidos e respeitados.

Daquele ano de 1952 para cá, o Banco seguiu abrindo caminhos e não é à toa que é considerado o maior banco de desenvolvimento da América Latina. Criou o microcrédito orientado – Crediamigo e Agroamigo; abriu linhas de crédito para mulheres; investe no financiamento de energia limpa; incentiva o empreendedorismo e a inovação através do Hubine e segue se atualizando para acompanhar a dinâmica da história, que tem sido escrita com uma rapidez talvez nunca imaginada.

Apesar de tudo isso, nesses 71 anos do Banco do Nordeste, nós que fazemos a Associação dos Funcionários do BNB (AFBNB) seguimos lutando para que o Banco seja tratado à altura da relevância econômica e social que tem para a região e para o País. Isso pressupõe trabalhadores valorizados e em quantidade compatível à demanda; agências adaptadas à realidade, com tecnologia de ponta; garantia de recursos para o crédito mas, sobretudo, o reconhecimento enquanto instituição de desenvolvimento e que, como tal, não pode se pautar pelas exigências e metas do mercado, muito menos ser utilizado como peça do jogo político como ocorreu tantas vezes no passado, sob pena de abandonar o que o diferencia.

No atual momento do País, com a retomada da pauta desenvolvimentista e o foco para a redução das desigualdades e da pobreza por parte do Governo Federal, o BNB e seus trabalhadores têm muito a contribuir. Vida longa ao Banco do Nordeste!

Link: https://mais.opovo.com.br/jornal/economia/2023/07/19/olhar-sobre-ne-precisa-mudar-e-bnb-e-parte-disso-diz-tania-bacelar.html

========

Jornal O Estado (CE)

71 anos BNB: a luta que vale a pena!

Por Rita Josina

Há 71 anos o Banco do Nordeste do Brasil transforma vidas, incrementa e impulsiona as atividades econômicas do Nordeste, trabalhando pela diminuição das desigualdades regionais. Contudo, o Banco não chegaria a esta marca com tal vitalidade sem o trabalho e a expertise de seu corpo funcional e a dedicação de várias gerações de trabalhadores que fizeram e fazem do Banco uma das instituições mais reconhecidas no Brasil e no exterior.

Recentemente o Banco do Nordeste foi premiado como o “Banco de Desenvolvimento do Ano”, título concedido pela Associação Latino-Americana de Instituições Financeiras para Desenvolvimento (Alide). Tal conquista reflete exatamente o esforço e a luta dos trabalhadores para a garantia da aplicação de recursos com uma política diferenciada para a região.

Nos seus 37 anos a Associação dos Funcionários do Banco do Nordeste (AFBNB) esteve atenta e vigilante acerca dos rumos tomados pela Instituição. Ameaças de privatização, projetos que propunham sua fragilização, a retirada de recursos e ações distoantes da missão para o qual fora criado são desafios pontuaram momentos desafiadores com atuação vigilante pela entidade, que com mais de 5 mil associados segue lutando pelo fortalecimento do Banco, além da valorização e dignidade para os seus trabalhadores.

A AFBNB encampa diversas ações no âmbito institucional. Em Brasília, a Associação se faz presente em diversas oportunidades, como em audiências públicas, publicação de documentos, além de visitas e reuniões com parlamentares e demais entidades da sociedade civil embuídas nas lutas por dias melhores. Tais ações já renderam diversos prêmios entregues pela Comissão de Legislação Participativa (CLP) da Câmara.

Nesse novo ciclo político que se iniciou este ano, após vencida a batalha contra as propostas de desmantelamento total das empresas públicas (e do próprio BNB!) conclamamos toda a sociedade a somar forças em prol de um Banco mais forte. A solução para os problemas históricos ainda persistentes no Nordeste passa, sobremaneira, por um BNB respeitado e por políticas focadas no desenvolvimento sustentável, na produção de conhecimento e no respeito a todos os trabalhadores. Vida longa ao BNB, Parabéns pela história de 71 anos!

Link: https://oestadoce.com.br/opiniao/71-anos-bnb-a-luta-que-vale-a-pena/

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome