Brasil fecha 21 mil vagas formais em 2017

286

Após o golpe que levou Michel Temer ao poder, o país perdeu 20.832 vagas formais de emprego no ano passado, de acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho.

Da Redação*

O Brasil fechou 20.832 vagas formais de emprego em 2017, terceiro ano seguido no vermelho, de acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgado nesta sexta-feira (26). Por mais incrível que possa parecer, para o Ministério do Trabalho, o resultado de 2017 significa estabilidade do emprego no país. “É um resultado que veio dentro das expectativas. Todas as estimativas de mercado apontavam para algo próximo da estabilidade no emprego”, avaliou o coordenador-geral de Estatística do ministério, Mário Magalhães.

O saldo negativo de 20.832 postos registrados em 2017 é a diferença entre as contratações (14.635.899) e as de demissões (14.656.731). Os números do Caged mostram que as mulheres foram mais atingidas pelo desemprego no ano passado: o número de demissão de mulheres superou o de contratações em 42.526 postos. Já para os homens, o resultado ficou positivo no ano passado: foram 21.694 vagas abertas a mais do que fechadas.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome