Dica de leitura: Cosmogênese Ameríndia (fortuna mítica/glossário)

122

O funcionário aposentado do BNB, José de Arimatéa Nogueira Alves, mais conhecido por Ary Txay, acaba de publicar seu mais novo livro: Cosmogênese Ameríndia (fortuna mítica/glossário), pela editora Paco Editorial.

A publicação pretende demonstrar a riqueza vocabular e cultural das línguas ameríndias. De acordo com a apresentação do livro, a intenção do autor é oferecer aos educadores e educandos uma matriz expressiva com amostra sobre o tema proposto. Trata-se de conteúdos que podem ser trabalhados e associados horizontal ou de forma interdisciplinar auxiliar à implementação da Lei 11.645/2008, que torna obrigatório o estudo da história e cultura indígena e afro-brasileira nos estabelecimentos de ensino fundamental e médio.

Ary trabalhou na agência do BNB em Surubim (até 1969) e na carteira de Ações/Incentivos Fiscais tendo sido gerente de contas na agência Salvador, onde se aposentou, em 1996. Pós-graduado em Administração Municipal e Meio Ambiente pela Internacional Union of Lochal Autorities (Holanda/estágios
– Alemanha e Espanha), concebeu a “Semana Municipal de Valorização da Consciência e Cultura Indígena em Salvador” e o “Projeto Cara de Índio”. É autor também de Cuba, um olhar político e poético (All Print Editora, 2013) e Nomes indígenas em Salvador e muito mais (Halley S/A Gráfica e Editora, 2016), e organizador-editor da Enciclopédia de Pessoas Ameríndias do Canadá à Argentina (Grá- fica e Editora 3, 2020).

Os livros podem ser adquiridos no site estantevirtual.com.br e www.amazon.com.br

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome