Em Brasília, AFBNB acerta detalhes da 48ª RCR

250


Os preparativos para a realização da 48ª Reunião do Conselho de Representantes também fizeram parte da agenda institucional da AFBNB em Brasília, realizada nos últimos dias 23, 24 e 25 pela presidenta da entidade Rita Josina Feitosa da Silva e pelos diretores Alci de Jesus e José Frota de Medeiros.


Desde a parte logística – hotel, auditório, negociações com a segurança do Congresso para credenciamento prévio dos representantes – até a definição quanto a palestrantes e composição de mesa, os diretores não mediram esforços para que a 48ª e o Seminário “Nordeste – sem ele não há solução para o Brasil” sejam bem sucedidos e alcancem os resultados esperados pela Associação: dar visibilidade ao papel do Banco do Nordeste do Brasil como importante instrumento para promoção do desenvolvimento no  Nordeste e no Brasil e consequentemente apresentar as demandas das relações de trabalho,  que não combinam com um banco de desenvolvimento, reforçando a reivindicação por valorização dos trabalhadores do BNB.


Nesse sentido, mantiveram contato com assessores do Ministro Mangabeira Unger, na Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE), reforçando a importância da participação do Ministro ao evento e esclareceram dúvidas acerca da programação, sendo informado sobre o projeto estratégico para o Nordeste, dentro de uma abordagem técnica. O coordenador da Bancada Nordestina, dep. Júlio César (PSD-PI), já confirmou presença no seminário, que também abordará o Nordeste no contexto  político de um projeto nacional de desenvolvimento.


Outros pontos tratados na tarde do último dia da agenda institucional foram a articulação com deputados quanto à apresentação de emenda à MP  677 –  que cria o Fundo de Energia do Nordeste – garantindo que o BNB seja depositário e administrador dos recursos. Além disso, reuniram-se com as chefias de gabinete da senadora Vanessa Graziotini (PCdoB-AM) e da deputada Júlia Marinho (PSC-PA), ocasião em que reforçaram, respectivamente, a necessidade de avançar no projeto de lei que garante a reintegração dos demitidos e a importância da realização de audiência sobre os assuntos que constam da cartilha “Nordeste -s em ele não há solução para o Brasil”, na Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia – presidida pela dep. Júlia Marinho.


Source: Notícias – 600

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome