Luta da AFBNB em defesa do FNE repercute na imprensa

225



A luta da AFBNB contra a Resolução 4,452 do Conselho Monetário Nacional (CMN) , que elevou a taxa de juros dos Fundos Constitucionais para operações não-rurais, e em defesa do FNE, tem repercutido na imprensa.


Na última sexta-feira, dia 22 de janeiro, o jornal Diário do Nordeste publicou matéria intitulada “Alta de 71,3% nos juros do FNE deve travar projetos”, a qual teve a presidenta da AFBNB, Rita Josina, como uma das fontes.


No texto, Rita afirma: “Nós defendemos que o Banco seja de desenvolvimento, que esteja fortalecido, que tenha mais fontes de recursos destinados ao Nordeste. Somando essa e outras tentativas recentes de compartilhar o Fundo com outras instituições, (a Resolução o Governo Federal) vai na contramão do que a gente defende”.


O jornal O Estado (CE) também destacou a luta da AFBNB em matéria divulgada em sua editoria de Economia. (Leia aqui)


A matéria fala da petição pública de iniciativa da AFBNB, disponibilizada na internet, a qual reivindica que a Resolução 4.452 do CMN seja Revogada  – que pode ser acessada em http://peticaopublica.com.br/pview.aspx?pi=BR87632


Leia a matéria do Diário do Nordeste na íntegra aqui


No dia 23 de janeiro, Rita Josina e os diretores Dorisval de Lima e Edilson dos Santos participaram do Programa Mundo do Trabalho, na Rádio FM Universitária de Fortaleza (CE). Na oportunidade, além de outros assuntos importantes e de ações da entidade debateram sobre a questão dos juros do FNE reafirmando posicionamento em contrário à medida.


Durante a entrevista os dirigentes da AFBNB abordaram os principais pontos discutidos no Seminário promovido no dia anterior na sede da Associação, o qual abordou o assunto e teve como tema “FNE: Uma conquista do BNB e da Sociedade – Não à Resolução 4.452 do CMN e Não ao aumento dos juros dos Fundos Constitucionais (FNE, FNO, FCO)”.


No jornal A Tarde (BA), um conjunto de entidades empresariais (FAEB, Fecomércio e FIEB) divulgaram nota pela qual manifestaram pensamento contrário à Resolução. Representantes dos diversos segmentos produtivos se juntam ao posicionamento da AFBNB a qual se coloca contrária à medida na perspectiva de que a mesma seja revogada.


No dia 15 de janeiro, a presidenta da Associação foi a entrevistada do programa O Povo Economia, na rádio O Povo CBN, em Fortaleza. No dia 22, Rita Josina foi entrevistada pela Rádio Jovem Pan de Maceió para abordar o assunto, nas duas ocasiões reafirmou o posicionamento da AFBNB. 


O portal 247 também repercutiu o tema. Leia aqui


Veja matérias da AFBNB sobre o assunto:


 


Source: Notícias – 400

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome