PEC 87/2015: AFBNB estimula debates nas casas legislativas

221


A PEC 87/2015 – que objetiva prorrogar a vigência da Desvinculação de Receitas da União (DRU) até 31 de dezembro de 2023 e traz dentre as medidas a redução de 30% nos fundos constitucionais (FNE/FCO e FNO) – está no foco da atuação da AFBNB por afetar diretamente a região Nordeste, o Banco do Nordeste do Brasil – enquanto instituição operadora do FNE – e consequentemente os seus trabalhadores, além de outras instituições como DNOCS, CODEVASF, SUDENE e CHESF.


O assunto esteve em discussão durante a 48ª Reunião do Conselho de Representantes da AFBNB e segue repercutindo. A idéia da Associação é levar o debate para todo o Brasil, por meio de audiências públicas em casas legislativas, seminários, imprensa etc, e a partir da sensibilização político e social conseguir barrar tal medida.


Na semana passada, diretores da AFBNB estiveram com o deputado Elmano de Freitas (PT/CE) apresentando a Carta de Brasília e solicitando audiência na Assembleia Legislativa do Ceará. 



Foto: Luan Gerrard


O documento também foi entregue ao assessor da Secretaria Geral da Presidência da República, Luiz Soares, por ocasião de agenda da presidenta Dilma Rousseff em Fortaleza. Além da Carta de Brasília, o manifesto da Dignidade Previdenciária e a Cartilha Nordeste, sem ele não há solução para o Brasil foram encaminhadas à presidenta. 



Hoje pela manhã, a presidenta da AFBNB, Rita Josina Feitosa, participou do programa de rádio Sem Fronteiras, na rádio Juazeiro (BA), ocasião em que apresentou o entendimento da Associação sobre o assunto e convidou a todos a participarem da Sessão Especial sobre desenvolvimento regional e a PEC 87/2015 logo mais às 18h na Câmara dos Vereadores de Juazeiro (BA).



Interlocuções no mesmo sentido estão sendo desenvolvidas nos outros estados da região e é fundamental que os representantes da AFBNB, em especial, e os trabalhadores do BNB de modo geral se insiram nesses debates, articulem, participem, cobrem de seus legisladores posicionamento contrário à PEC. Essa luta é de todos!


Source: Notícias – 600

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome