PLP 268/16: AFBNB destaca posicionamento contrário ao Projeto

208


A AFBNB enfatiza que o PLP 268/16 que altera  a governança dos fundos de pensão, atualmente em trâmite na Câmara Federal, não constitui matéria de interesse dos trabalhadores, uma vez que atenta contra a democracia na gestão dos fundos e acaba com a paridade pela exclusão de representantes dos assistidos na gestão. Além disso, institui ampla maioria dos patrocinadores, bem como a inserção direta de agentes do mercado nas diretorias. Nesse sentido, a Associação chama a atenção para o enfrentamento ao citado projeto e se insere nas lutas também contra essa medida. Para tanto estará pautando o assunto por ocasião de sua agenda institucional em  Brasília.


Não ao PLP 268/16!


Por democracia e paridade nos fundos de pensão!


AFBNB, 30 anos ao lado dos trabalhadores.


Gestão Autonomia e Luta.


======


Confira nota da Associação Nacional dos Participantes de Fundos de Pensão:


Junte-se a nós no dia 16/6, próxima terça-feira, na Câmara dos Deputados


A mobilização contra a votação do PLP 268/16, que retira direitos de representação dos participantes dos fundos de pensão na gestão dos seus próprios recursos se intensifica a partir da aprovação da urgência de tramitação do projeto na Câmara dos Deputados.


Na próxima terça-feira, dia 14 de junho, estaremos na Câmara dos Deputados para um corpo a corpo com os parlamentares para evitar mais uma perda de direitos e um retrocesso nos fundos de pensão.Nos reuniremos a partir das 12h, no Anexo IV da Câmara, onde se concentram a maior parte dos gabinetes dos deputados. Às 15h, vamos fazer uma manifestação no Salão Verde, ao lado de parlamentares.


Não podemos aceitar que nós participantes sejamos cerceados em nossos direitos. Somos 3,5 milhões de pessoas, com ativos em torno de R$ 700 bilhões. Vamos fazer valer nossa voz e nossa importância para o país.


Una-se a nós nesta mobilização. Convoque suas categorias, venha participar da panfletagem nos gabinetes dos deputados e deputadas federais. Vamos apresentar nossas propostas de fortalecimento do sistema de previdência complementar fechada, que não são contempladas pelo PLP 268/16, que apenas cria mais obstáculos para a nossa representação.


Não a perdas de direitos. Não ao PLP 268/16. Não ao retrocesso.


Nós lutamos pelo aprimoramento da governança, pelos interesses dos participantes de fundos de pensão, pelo crescimento do sistema de previdência complementar fechada.


Juntos Somos mais fortes. Nossa política é a defesa intransigente dos direitos dos participantes. 


 


Source: Notícias – 400

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome