Revista NORDESTE conclui edição histórica com abordagem ao legado e efeitos de Celso Furtado no ano de seu centenário

25

Está em fase final de conclusão para circulação na próxima semana a edição histórica que a equipe da Revista NORDESTE produz, levantando dados históricos da vida e obra do economista paraibano Celso Furtado, cujo centenário começa a ser comemorado a partir deste mês de julho se encerrando com o Congresso Nacional dos Economistas previsto para o mês de novembro, em João Pessoa.

Na edição, constam textos exclusivos de professores catedráticos como José Octávio Arruda Melo, Rômulo Polari e Francilene Garcia, bem como abordagens especiais do governador João Azevêdo, da deputada estadual Polyana Dutra, natural da cidade de Pombal onde nasceu Celso Furtado e do historiador Verneck Tavares.

Na nova edição, há uma abordagem também muito especial em torno do olhar da professora e economista Tânia Bacelar sobre os desafios do tempo presente levando em conta as premissas teóricas e práticas de Celso Furtado.

Há ainda matérias sobre a retomada do turismo trazendo detalhes das novas estratégias do Grupo Vila Galé no Brasil, em especial no Nordeste, e em Portugal.

A propósito, o português Rui Coelho em sua nova coluna explica como o Nordeste tem tudo para reproduzir inovações que fizeram de Lisboa a capital da TI.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome