Modelo exitoso: mais uma vez BNB!

106

 

Confira abaixo artigo publicado no jornal O Estado de hoje, sobre o êxito na missão do BNB e a expertise de seus trabalhadores.

  • Por Dorisval de Lima – diretor de comunicação da AFBNB

Um órgão público deve ser justificado pela sua eficiência, eficácia e, sobretudo, pelo cumprimento adequado do seu papel. Estes parâmetros devem ser o balizador da missão para a qual foi criado, sendo cumprida e gerando os impactos sociais positivos, que é a essência de um órgão de estado, seja qual for o segmento em que esteja inserido.
O Banco do Nordeste (BNB) é um órgão de desenvolvimento e como tal, não só se enquadra nessa visão, e por isto mesmo tem se justificado historicamente. É um Banco de caráter regional, sendo um necessário instrumento de politica econômica, que há 68 anos vem dando respostas positivas quanto à sua missão. Logo, não deve ser avaliado como um banco privado, cuja objetivo é somente a maximização do lucro pelo lucro, sem qualquer inserção social, diferente da atuação do BNB e dos demais bancos públicos.

O BNB encerrou mais um exercício com resultados promissores para a economia de toda a área em que se faz presente, com sua ação diferenciada, por meio do crédito especializado, de longo prazo e orientado.

Os números ratificam a necessidade do banco como instrumento de política econômica e promotora do desenvolvimento. Em 2019 foram injetados mais de R$ 41 bilhões nos diversos setores da economia. Desse montante, mais de R$ 29 bilhões foram do fundo constitucional de financiamento do Nordeste (FNE), dado que expressa também, ser o fundo, a sua maior fonte de recursos, na ordem de 71% do total aplicado. O feito segue de perto o resultado proporcionado em 2018, quando foram investidos R$ 43 bilhões, sendo R$ 32 bi oriundos do FNE (73%) e mais de R$ 10 bi em operações do AgroAmigo e CrediAmigo – programas de microcrédito orientado, rural e urbano, respectivamente, exitosos, criados pelo Banco.

Para o ano de 2020 está prevista a aplicação de R$ 29, 3 bilhões com recursos do FNE, que agregados aos investimentos com recursos de outras fontes darão continuidade à ação diferenciada e transformadora da realidade, marca da trajetória e razão de existir do banco. Por isto mesmo, mais do que nunca, está na ordem do dia a luta permanente pelo seu fortalecimento, em defesa do FNE gerido de forma exclusiva pela Instituição, pela manutenção do modelo de hoje, exitoso, enfim.

Viva o BNB! Parabéns ao conjunto dos trabalhadores, os quais não mediram esforços nem tempo para proporcionarem mais uma vez um fabuloso resultado para a economia da região e do próprio país.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome