Bancos fecharam 212 postos de trabalho em março

12

Os dados do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) mostram que o setor bancário fechou 212 postos de trabalho no mês de março. Resultado de 2.892 admissões e 3.103 desligamentos.

Nos últimos 12 meses, o saldo é positivo, em 11,7 mil postos. O problema é que a maior parte das contratações é de profissionais da área de tecnologia, setor que tem ganhado grandes investimentos por parte dos bancos. Enquanto isso, os bancários que trabalham nas agências continuam sofrendo com a sobrecarga de trabalho. Os clientes também sofrem com as filas e a precarização do atendimento, apesar das altas tarifas cobradas pelas instituições financeiras.

Outro fator que tem impacto positivo na criação de vagas no setor são as contratações feitas pela Caixa, após decisão judicial. A ação foi impetrada pelas entidades representativas da categoria, em favor da contratação de mais empregados para o banco.

Ramo financeiro

No ramo financeiro, sem contar a categoria bancária, houve mais contratações que demissões em todos os últimos 12 meses, com a geração de 47,6 mil postos. Em março, foram abertas 3.402 novas vagas, 12,4% a mais que fevereiro. No entanto, em comparação ao mesmo mês do ano de 2021 houve redução de 25,9%.

Entre as atividades financeiras, as que mais contribuíram para o impacto favorável foram crédito cooperativo (860 vagas), holdings de instituições não financeiras (813) e corretores e agentes de seguros, de previdência complementar e de saúde (480).

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome