Juros de cheque especial chegam a 125%. Abuso

4

Os custos dos empréstimos vêm ficando mais caro para as famílias brasileiras. Os juros cobrados pelos bancos privados nas operações de cheque especial passaram de 120,3% para 124,9%, entre janeiro e fevereiro deste ano.

Segundo dados do Banco Central, se trata do maior patamar desde fevereiro e março do ano passado, quando a taxa foi de 130,6%. Já o volume de concessões nessa modalidade saltou cerca de 4% no período, somando R$ 20,2 bilhões.

Enquanto os juros do cartão de crédito tiveram comportamento difuso, ou seja, queda no rotativo, mas alta no parcelado. As taxas anuais do rotativo caíram de 329% para 326,7%. E, as do parcelado, de 161,5% para 167,1%.

Com a elevação da taxa básica de juros (Selic) de 2% para 2,75% anuais, a tendência mais provável é de que os custos aumentem mais ainda daqui pra frente.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome