SEEBF-PI vence ação contra o BNB para pagamento de PLR após revisão do exercício de 2012

328

O setor jurídico do Sindicato dos Bancários do Piauí alcançou mais uma vitória em prol da categoria, dessa vez para os trabalhadores do BNB. O processo impetrado pelo SEEBF-PI (0000015 95.2015.5.22.0004) para o pagamento da diferença da PLR do exercício de 2012 no BNB foi julgado no Tribunal Superior do Trabalho (TST) favorável à reclamação dos trabalhadores.

O secretário Geral do Sindicato dos Bancários do Piauí e funcionário do BNB, Marcus Vinícius, explica que a ação buscava corrigir o pagamento de PLR depois de revista. “O BNB divulgou um balanço em 2012 com um lucro de R$ 508 milhões e cerca de dois anos depois o banco reviu esse lucro, aumentando em R$ 312 milhões. Pagou essa diferença aos acionistas e não pagou a PLR dos funcionários. Essa ação transitou em julgado no TST reconhecendo esse direito dos trabalhadores, e agora retorna para o Tribunal para a execução. A Justiça já intimou o banco a apresentar os cálculos e o Sindicato também fará esses cálculos, para então ser paga aos funcionários”, diz Marcus.

Marcus Vinícius ressalta que PLR no BNB é um assunto que sempre traz alguns dissabores. “Temos outra ação relativa à PLR do exercício de 2015 que também está na Justiça. O Sindicato comemora por está prevalecendo o direito dos trabalhadores que é o pagamento de lucros e resultados”.

É importante salientar que o prazo para o recebimento desses valores depende da Justiça. O processo retorna para o Tribunal para ser feita a execução e o Sindicato estará vigilante com relação aos prazos para que se consiga efetivar esse pagamento o quanto antes.

Atendimento Jurídico nas Regionais

Buscando estar cada vez mais próximo dos associados, a Diretoria do SEEBF-PI realizará plantões jurídicos em algumas regionais, começando agora ainda nesse mês de junho nas Regionais de Picos e Parnaíba.

“Um atendimento a ser feito pelas advogadas do Sindicato e isso possibilita que qualquer demanda individual ou acompanhamento dos processos coletivos de nosso Sindicato seja feito de forma transparente. É o Sindicato cada vez mais próximo do associado, disponibilizando esse serviço do Jurídico, por onde temos alcançado grandes êxitos em prol de nossa categoria”, afirma Marcus Vinícius.

Fonte: SEEB PI

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome