Santander mantém a ponta no ranking de reclamações de clientes

246

 

Além de desrespeitar os funcionários, o Santander também resolveu maltratar os clientes. Segundo levantamento do Banco Central, o banco espanhol teve o maior índice de reclamações no terceiro e quarto trimestres de 2017, entre as instituições financeiras com mais de 4 milhões de clientes.

 

 

No quarto trimestre, o Santander teve um índice de reclamações de 42,87, seguido pela Caixa Econômica, com 33,24 e pelo Bradesco, com 25,63. Em quarto está o Banrisul, com índice de 25,06 e em quinto o Banco do Brasil, com 24,50.

 

 

Foram 110 tipos diferentes de reclamações contra o conglomerado Santander. As cinco com maior número de reclamações foram: 776 queixas contra irregularidades relativas a integridade, confiabilidade, segurança, sigilo ou legitimidade das operações e serviços disponibilizados em internet banking; 625 contra terminais eletrônicos e internet; 501 por insatisfação com o atendimento prestado pelo SAC ou Central de Relacionamento; 384 por oferta ou prestação de informação a respeito de produtos e serviços de forma inadequada e 376  por insatisfação com a resposta recebida da instituição financeira referente à reclamação registrada no Banco Central.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome