BNB fica! Aves de rapina saem!

680

Constituído para atuar como órgão do Estado na promoção do desenvolvimento por meio do crédito diferenciado às atividades produtivas da Região Nordeste e toda a área de atuação da Sudene – o que tem realizado ao longo da sua existência com muita dedicação pelos trabalhadores de todas as gerações – o Banco do Nordeste do Brasil (BNB) tem sido  alvo permanente da cobiça dos que não têm compromisso com a missão do Banco e com a Região, com a sociedade, portanto.

Muitas são as ocasiões em que as garras foram lançadas sobre a Instituição, seja em forma de projetos de lei com vistas à mutilação das fontes de recursos que o Banco administra, a exemplo do Fundo Constitucional de financiamento do Nordeste (FNE), seja por situações de instabilidade plantada. São atos que partem do seu maior acionista (governo federal) e também de setores do parlamento, em forma de projetos de lei,  direcionados por quem os patrocinam com o olhar em possíveis faturas que tal escalada de desmonte pode lhes proporcionar e por intervenção direta do ponto de vista político.

Certamente seria necessário escrever uma coleção para resgatar fielmente todas as circunstâncias em referência. Mas, por recorrência atual, basta aludir a duas situações, ainda borbulhando, dos últimos meses. A primeira é a Medida Provisória 1.052/21, de autoria do poder Executivo, a qual trazia no seu bojo a inviabilização do BNB, por reduzir a taxa de administração do FNE a quase ZERO e a extinção do DEL CREDERE – taxa auferida pelo risco do crédito. Tal ataque não prosperou sob estes aspectos, obviamente devido a uma grande luta, que contou também (mais uma vez) com o protagonismo da AFBNB; a segunda, trata-se da ridícula, vergonhosa  e criminosa exposição do BNB, em curso desde  meados do  segundo semestre, posta no contexto da sucessão no Banco (Administração Superior) e da ganância pelos recursos do Microcrédito.

Neste episódio, sem o menor pudor, preocupados tão somente com seus interesses mesquinhos e imediatos, setores do parlamento, da base de sustentação do governo federal, segundo futricas de quinta categoria, lançam ‘balões de ensaio’ diariamente tentando emplacar apadrinhados no alto escalão. E o fazem sem o menor respeito com a história, com a conjuntura e com a missão que o banco cumpre, muito menos com os trabalhadores. São executores de um estrago sem tamanho, conscientes de que a instabilidade dessa escalada fétida lhes rende resultados. Agora com o maior descaramento confessam que estão cavando a cova do Banco, conforme consta em matéria veiculada, como sendo uma gestação no âmbito do poder executivo, a cuja instância deve ser creditada o ônus dos possíveis prejuízos, por ser o patrono disso tudo, uma vez que, refém que está dos agentes do caos, submete a Instituição ao lastimável pugilato e  a tamanho vexame.

A AFBNB, sempre presente e atuante na defesa incondicional do BNB na condição de agente de desenvolvimento que a constituição confere ao Banco, bem como na defesa dos trabalhadores, tem se manifestado em contraponto, na denúncia, na interlocução, na mobilização e no enfrentamento a essa prática lamentável e repugnante de tratamento do BNB como moeda de troca da “bandalheira política” que só mal faz à sociedade, à região, ao País.

Aos funcionários do Banco, nossa solidariedade, respeito e reafirmação do compromisso com as lutas.

Aos setores verdadeiramente democráticos – de todos os segmentos sociais – nosso chamado e alerta para se somarem nessa empreitada.

Às aves de rapina, “intrusas e domésticas”, nosso veemente repúdio. O BNB é maior do que essa prática atávica sem classe; é uma conquista e patrimônio da sociedade! Merece respeito!

Em defesa do Crediamigo 100% BNB!

Confira abaixo outros links sobre o tema

Por respeito ao BNB, aos trabalhadores e à sociedade

https://www.afbnb.com.br/por-respeito-ao-bnb-aos-trabalhadores-e-a-sociedade/

Mudanças no Microcrédito do BNB: AFBNB solicita reunião com o Banco sobre o assunto

https://www.afbnb.com.br/mudancas-no-microcredito-do-bnb-afbnb-solicita-reuniao-com-o-banco-sobre-o-assunto/

AFBNB aborda o Microcrédito do BNB no Programa Mundo do Trabalho
https://www.afbnb.com.br/afbnb-aborda-o-microcredito-do-bnb-no-programa-mundo-do-trabalho/

O microcrédito e sua imprescindibilidade para o desenvolvimento regional
https://www.afbnb.com.br/o-microcredito-e-sua-imprescindibilidade-para-o-desenvolvimento-regional/

AFBNB repudia sujeição do BNB e do Microcrédito à politicagem e a interesses pessoais
https://www.afbnb.com.br/afbnb-repudia-sujeicao-do-bnb-e-do-microcredito-a-politicagem-e-a-interesses-pessoais/

2 COMENTÁRIOS

  1. Muito oportuna a matéria “BNB fica! áves de rapina saem!”. Na verdade o BNB é vítima de perseguição desde o seu nascedouro por políticas nefastas e inescrupulosas de alguns setores políticos de interesses contrariados. Mas a AFBNB não deixa passar em branco essas ameaças, está vigilante e operosa na defesa de nossa Instituição Regional.
    TARCÍSIO JOSÉ DA SILV A
    O Bacharel

Deixe um comentário para Não ao desmonte! Em defesa do BNB e da sua missão desenvolvimentista! | AFBNB Cancelar comentário

Comentário
Seu nome